quarta-feira, 10 de março de 2010

Até já

As despedidas são sempre horriveis. Ter que me despedir do Pedro é tão doloroso, que sinto-me agradecida, por todas as que fizemos até hoje terem sido tão trapalhonas, porque dá para sorrir e "mentir-me" a mim mesma, que estou feliz, rio-me (mas por dentro o meu coraçãozinho está um caco).

A certeza no meu namoro com o Pedro, é que ambos já tivemos outras relações e sabemos onde erramos e não só - temos uma relação extremamnte forte, porque falamos muito, porque nos amamos a sério, porque temos uma história confusa e complicada até termos chegado onde chegamos, mas o importante, é que chegamos.
A distância, pode ser um factor muito forte para muitos casais se separarem, mas tenho a certeza que isso não vai acontecer conosco, porque á partida já sabiamos o que esperar. E muitas vezes penso que as saudades até podem fortalecer o namoro, porque ajuda-nos a perceber que queremos a outra pessoa e muito mesmo.

No fim-de-semana, dissemos "Adeus! Até outro dia", mas sei que rapidamente passará a um "Até já" ou um "Até amanhã" e melhor ainda, não termos de nos despedir.

As despedidas são más, mas temos sempre de ver as coisas por um prisma mais positivo... e é isso que eu e o Pedro fazemos.
Pedro eu amo-te! Até já!


Texto: Gema

3 comentários:

  1. Se à partida sabiam com o que contavam, não há por onde falhar:) Vai correr tudo bem! E apesar de custar, lá está: o melhor ainda está para vir!!*

    ResponderEliminar
  2. Gostei muito de conhecer este cantinho!

    Fez-me recordar uma história que começou há quase 5 anos (xiça! já!?!) na net, e dura até hoje, agora sem 70Km de distância, com menos comboios (muito menos), com o mesmo prazer nas conversas, com memórias lindas e projectos de futuro.

    Ou seja, felicidades aos dois! Eu vou aparecendo! ;)

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar